Materiais duráveis, automação e planta moderna aumentam preço de imóveis

Investir em reformas estruturais que modernizam o imóvel ajuda a aumentar o valor da propriedade –seja para quem quer vender e alugar ou para quem ainda nem pensa agora no assunto.

Preparar a casa para sistemas de automação, como persianas elétricas, som integrado e controle de temperatura à distância, vai deixar o imóvel valendo mais em alguns anos, segundo Fernando Gonçalves, presidente da ABMI (Associação Brasileira do Mercado Imobiliário) e diretor executivo da Prolar.

A imagem pode conter: pessoas sentadas, mesa, sala de estar e área interna

"As construtoras já estão se programando para entregar unidades com itens de automação em quatro anos", diz.

Investir em energia limpa para a casa, com placas fotovoltaicas, também pode aumentar o valor do imóvel. As placas são um investimento que fica na propriedade e que reduzem a conta de luz do morador.

Imagem relacionada

A forma como os imóveis são divididos também influenciam em seu valor.

A arquiteta Tânia Helou, 32, comprou no final de 2017 um apartamento de 120 metros quadrados na Bela Vista, região central de São Paulo, que estava desvalorizado por sua planta antiga.

A área de serviço era muito grande em relação ao resto do apartamento, havia quarto de empregada e um banheiro que Tânia achou grande demais. Era desse cômodo que saía uma porta para um pequeno quintal.

O piso original do imóvel, taco, estava escondido sob três camadas de carpete.

A arquiteta, que comprou o apartamento por cerca de R$ 500 mil, está investindo mais R$ 120 mil para deixá-lo moderno.

Se fosse vendê-lo, poderia acrescentar 10% ou 15% na soma do valor total gasto com o imóvel. Essa é a taxa que a Anima Casa, empresa que compra, reforma e revende propriedades diz aplicar nos apartamentos modernizados.

Imóveis de alto padrão, com mais de 160 metros quadrados, mas que tenham apenas uma suíte, por exemplo, podem atender as necessidades dos atuais moradores, mas não são procurados pelo mercado, explica a arquiteta Gisele Emery.

Apartamentos com três ou mais quartos e um único banheiro também são depreciados. Segundo Octavio Pontedura, sócio da imobiliária Refúgios Urbanos, as pessoas tendem a receber mais amigos em casa e preferem quando há um lavabo para os visitantes, além das suítes para os moradores.

Se o apartamento for pequeno, com até dois quartos e 80 metros quadrados, ter uma cozinha integrada com a sala conta pontos, afirma Emery, porque aproveita melhor o espaço e facilita a interação entre quem está na casa. Já em imóveis maiores, o melhor é manter a cozinha separada dos outros cômodos.

Nos revestimentos, pisos frios são práticos, mas passam longe das expectativas dos moradores de imóveis de alto padrão, que tendem a preferir madeira maciça. "A madeira é muito mais apelativa, oferece calor, conforto e refinamento", diz Pontedura.Imagem relacionada

Por isso, pode não ser uma boa ideia trocar o piso desses imóveis por porcelanato.

Se o piso original do imóvel for de madeira, mas ele já estiver desgastado, vale tentar lixá-lo. Caso seja necessário fazer uma troca, Emery indica o piso multiestruturado, feito com camadas de madeira mais barata e a superfície de material nobre, como uma opção mais em conta.

Apartamentos pequenos também combinam com piso de madeira, porque seus moradores são, em geral, pessoas jovens, que valorizam esse revestimento. Nesse caso, a madeira nem precisa ser de verdade : piso vinílico que imite o material ou laminado são alternativas mais baratas.

Já um apartamento com três quartos –ideal para famílias com crianças e bichos de estimação– combina com porcelanato, segundo Emery. O piso frio é mais fácil de limpar e difícil de ficar marcado com o uso.

Outros itens que valorizam as propriedades é ter aquecedor solar ou a gás para o chuveiro, box de vidro temperado no banheiro, pedras resistentes nas pias –granito na cozinha e quartzo claro no banheiro, indica a arquiteta– e gás encanado.

Quem tem um apartamento pequeno e deseja aumentar seu valor deve investir em móveis sob medida, porque eles proporcionam um aproveitamento melhor do espaço.

A advogada Ivonete Sitnoveter, 52, contratou a arquiteta Danyela Corrêa para reformar e decorar o apartamento de 41 metros quadrados que comprou na planta, na zona sul de São Paulo. "Como é pequeno, se não trabalhar na decoração, você perde espaço", diz.

Seu objetivo é alugar para jovens executivos. Pede R$ 3.500 de aluguel, quase R$ 1.000 a mais do que conseguiria sem os móveis, segundo pesquisa da imobiliária que contratou.

 

DETALHES QUE ELEVAM O PREÇO DE VENDA DA CASA

Gás: Instale gás encanado e aquecimento a gás para o chuveiro; outra opção é colocar um aquecedor solar

Pisos: Se o imóvel tiver piso de madeira, revitalize-o em vez de trocar por piso frio. Se tiver até 80 metros quadrados, considere revestimentos que imitam madeira, e, se for de padrão médio, o porcelanato também é uma opção

Pias: Use materiais duráveis e neutros na pia da cozinha e do banheiro, como granito e quartzo. Instale torneiras e cubas que combinem com o padrão do imóvel

Janelas: Cheque se elas estão em boas condições e troque-as ou faça manutenção se for necessário

Sacada: Não nivele o piso do ambiente com a sala, porque isso pode desagradar algumas pessoas, que sentem que ficaram sem a varanda

Suíte: Em imóveis grandes, com mais de 160 metros quadrados, faça mais de uma suíte

Banheiros: Apartamentos que tenham mais de dois quartos pedem mais que um banheiro

Ar-condicionado: Deixe a infraestrutura pronta para que os aparelhos sejam instalados

 

COMO ALUGAR O IMÓVEL MAIS RÁPIDO

Limpeza: Faxine o local periodicamente, para que esteja limpo durante as visitas

Janelas: Vá com frequência ao imóvel para abri-las, evitando o odor de ambientes que ficam fechados por muito tempo

Mau cheiro: Dê descargas nos vasos sanitários sempre que for ao imóvel, para que não fiquem com mau cheiro, e coloque odorizadores de ambiente com perfume suave nos cômodos

Marcenaria: Instale armários nos quartos, banheiros e cozinha, com cores neutras e design simples

Box: Inquilinos gostam de box de vidro temperado

Pisos: Em apartamentos pequenos, coloque pisos que imitam madeira, como os vinílicos e os laminados, baratos e de aplicação rápida

Móveis: Apartamentos mobiliados são alugados por um valor maior: invista em móveis e eletrodomésticos duráveis

Ar-condicionado: Instale o aparelho, especialmente se for um região com clima quente

Pets: Aceite inquilinos que tenham animais de estimação

Fontes: Fernando Gonçalves (ABMI), Octavio Pontedura (Refúgios Urbanos), Danyela Corrêa (arquiteta), Gisele Emery (arquiteta), Paulo Arantes (AnimaCasa)