Entulhos na garagem? Veja os principais problemas e algumas soluções para a melhoria de seu condomínio!

Vizinho que para na vaga errada, espaço usado como depósito, transtornos com vagas trancadas...

Quando o assunto é garagem, o dia a dia traz diferentes situações comuns, mas que acabam causando incômodo aos moradores e, consequentemente, ao síndico, que recebe as reclamações.

Citamos aqui alguns dos principais problemas e como proceder para melhor convivência entre os condôminos:

1. Guarda de objetos estranhos no local, como entulho e móveis velhos 

Além de estar fora da convenção do condomínio, ajuda a desvalorizar o imóvel e prejudica a segurança dos moradores. Isso pode atrapalhar o condomínio para receber o seu AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), que é obrigatório.

Para evitar essa situação, o ideal é aquela conversa amigável. Se o morador for avisado da proibição de materiais na garagem e que será multado, a probabilidade da remoção imediata é grande. Se não houver acordo, o ideal é que uma assembleia aprove as medidas que deverão ser tomadas, como multa e remoção do material da garagem, por parte do condomínio (os custos deverão ser pagos pelo condômino).

2. Armários

Quando há grande demanda por mais espaço para guardar materiais, uma possibilidade é a instalação de armários em uma área comum – desde que aprovada em assembleia. Porém deve se tomar alguns cuidados, como, não guardar objetos perigosos ou inflamáveis.

3. Bicicletas

Para as bicicletas pode-se criar um bicicletário, em geral se houver um espaço para tanto. Vale explicar que mesmo com um local específico para a guarda das bicicletas, o condomínio não é responsável pelas mesmas em caso de roubo.

4. Motocicletas

As motocicletas, porém, podem render muito mais assunto que as bicicletas. Caso a vaga do morador que possua um carro e uma moto seja grande, a probabilidade dos dois veículos serem estacionados no mesmo local é grande. Por isso, já que a demanda por locais para estacionar motos só cresce. Uma possibilidade é que o condomínio, se possível, destaque algum local para isso, pode-se cobrar pelo uso. Dessa forma, ainda há certo ganho financeiro
para o empreendimento.

A convenção e o regulamento interno, devem ser bastante claros com relação ao uso correto da garagem. Reconhecendo que cada condomínio possui uma realidade própria e diferente, deve-se estipular as regras mais adequadas para que passem pela aprovação de uma assembleia e estejam de acordo com o artigo 1.336, IV do Código Civil, que determina nos deveres dos condôminos a obrigação, de utilizar as áreas do condomínio de forma a não prejudicar o sossego, salubridade e segurança dos moradores.